A REVISTA TAMANDUÁ―DESIGN, ARTE E REPRESENTAÇÃO SOCIAL é uma publicação semestral que tem por objetivo reunir trabalhos de pesquisadores na área de Design e afins, com foco na análise das relações socioculturais próprias a este campo. Vinculada ao Grupo de Estudos em Design, Arte e Representação Social (GRUDAR), a revista pretende, assim como o próprio GRUDAR, estimular o debate em torno das representações sociais produzidas pelas sociedades e materializadas em objetos. A publicação está aberta a produções no formato de artigos, ensaios, traduções, entrevistas e resenhas críticas de livros pertinentes ao debate.

A denominação Grupo de Estudos em Design, Arte e Representação Social foi escolhida em função da temática abordada pelo grupo, que concerne as diferentes possibilidades de estudo (morfológica, estética, semiológica, histórica, psicanalítica, antropológica) de artefatos em geral, produzidos pela e para a sociedade industrial, tomados como ponto de partida para o estudo da questão da representação. Essa denominação evita que o grupo e a revista fiquem limitados apenas a uma disciplina específica e a uma forma particular de representação. Assim como o Tamanduá, nossa intenção é abraçar o todo na construção crítica do conhecimento acerca dos objetos do mundo.

Considerando estes elementos, a REVISTA TAMANDUÁ recebe materiais de graduados, pós-graduandos e pós-graduados cuja pesquisa envolva a aplicação de métodos de abordagem e interpretação para a identificação das variáveis estéticas e extra-estéticas que influenciam a configuração material e simbólica de objetos de uso; leituras críticas e reflexões sistematizadas sobre os processos de configuração destes objetos; debates acerca dos limites e das possibilidades de interpretação, assim como estudos sobre a formação de um sujeito crítico, e estudos e discussões conceituais da questão da representação no cenário da contemporaneidade.